criatividade e ativismo quantico

Olhe para o mundo hoje. O que vê, a não ser polarização? Por toda a parte, a maioria das pessoas criativas tem se iludido e aderido ao materialismo científico e a uma ciência sem valores. Em consequência, a maneira como expressam sua criatividade é vestida na camisa de força de um sistema de crenças no qual a criatividade e na verdade a consciência em si e seus valores são impossíveis. Sua criatividade sofre porque requer um processamento quântico não compatível com o estilo de vida do fazer-ter-fazer-ter, próprio a visão do mundo materialista, que tende a usar apenas a mente racional, deixando o SER deLeia Mais

existe uma ciência da criatividade?

A criatividade é muitas vezes definida como a capacidade de apresentar idéias novas e úteis. Não é apenas a sua capacidade de desenhar uma imagem ou projetar um produto. Todos nós precisamos pensar de forma criativa em nossas vidas diárias, quer se trate de fazer o jantar usando os restos que estão na geladeira, ou de fazer uma fantasia de carnaval com roupas no armário. As tarefas criativas variam do que os pesquisadores chamam de criatividade “Little C” – que seria como por exemplo, fazer um site, elaborar um presente de aniversário ou criar uma brincadeira engraçada – e criatividade “Big-C”, como compor um poemaLeia Mais

Receita do dia: O processo criativo na prática

Como uma idéia criativa vem para você? De onde é que vem o processo criativo e por que isso ocorre? Estas são questões que, como humanidade, pedimos durante séculos, principalmente porque o processo continua a nos confundir. Podemos fazer muitas coisas incríveis, mas simplesmente não conseguimos descobrir o que está acontecendo nos nossos cérebros quando surge uma idéia ou uma solução para um problema. Durante muito tempo na história do pensamento humano, a criatividade foi pensada apenas como: misticismo, magia, incompreensível. Os gregos antigos costumavam acreditar que a criatividade era concedida por um ser superior. Os romanos acreditavam que uma musa criativa era um guia espiritualLeia Mais

imaginação

“O que é imaginação senão o Sol no homem?” (Paracelso). Para Paracelso, a imaginação ativa é o intermediário entre o pensamento e o ser. Concebe a imaginação como a encarnação do pensamento na imagem (símbolo). A imaginação é a ferramenta da criação, constrói tudo o que está a nossa volta e até a nós mesmos, porque somos uma ideia absolutamente original. Cada ser humano é único e desenvolver a si mesmo também trabalha com a ideia da imaginação. Platão costumava a dizer que existe um plano das ideias. É como se existisse um esboço do mundo manifestado e que o plano material é um reflexoLeia Mais

sobre imaginação e fantasia

O poder de imaginar coisas que ainda não foram vivenciadas é considerado, por um lado, um aspecto fundamental do pensamento criativo e inteligente. Por outro lado este poder de imaginação é igualmente visto como uma capacidade um tanto quanto passiva e mecânica de organizar e ordenar as imagens do pensamento advindas de associação de memórias, com a ajuda da qual a mente pode fazer adaptações que mais parecem rotinas e, na pior, limitar-se a enganar a si mesma de modo que favoreça seu próprio prazer. O livro, What Coleridge Thought (O que Coleridge pensou) de Owen Garfield expõe duas formas distintas de pensamento. A imaginaçãoLeia Mais

Para que usar a atenção plena (mindfulness)?

Significado de atenção plena: A palavra sânscrita que designa atenção plena “smriti” significa “lembrar-se”. Consiste em lembrar-se de permanecer no momento presente a todo instante. O ideograma chinês para a “atenção plena” tem duas partes: a superior, que significa “agora”, e a inferior, que significa “mente”. Ou seja: permitir que a mente esteja no momento presente. Estamos vivendo uma profunda transição e com um número de informações gigantescas para serem processadas a cada minuto. Oportunidades surgem a todo o momento e para realizarmos precisamos estar focados. Fazendo com que o presente não seja apreciado, nos lembrando do que passou e sonhando com o futuro. AoLeia Mais

a ciência da criatividade

Existe uma ciência da criatividade que pode te ajudar a captar a sua próxima grande idéia. Mas é preciso seguir algumas dicas de pesquisadores e cientistas que estão estudando a criatividade há muitos anos. “O estresse é sem dúvida, o maior assassino da criatividade”, diz o psicólogo Robert Epstein, PhD. Apesar da crença generalizada de que algumas pessoas simplesmente não estão dotadas do gene da criatividade, “não há realmente nenhuma evidência de que uma pessoa é mais criativa do que outra”, diz Epstein. “A criatividade é algo que qualquer pessoa pode cultivar”, diz ele. Criatividade rotineira Epstein, um psicólogo da Universidade da Califórnia, em SanLeia Mais

Processo Criativo para que?

O Processo Criativo (YAKUZA), curso da Perestroika começa esta semana dia 19 de maio em São Paulo. Fui convidada para desenvolver 3 aulas das 13 que serão dadas no total, e conta com um time de profissionais super bacanudos. Meu estudo sobre o Processo Criativo começou há 6 anos e por basicamente uma necessidade de entender onde eu estava e para onde estava indo. Então resolvi organizar tudo o que eu tinha construído até aquele ponto, trabalhando há 15 anos exclusivamente para o mercado de moda. Naquela época, passei por um período bem especial de reconstrução de vida em todos os aspectos. Foi nesse período que percebi que todos osLeia Mais