OHO

Grupo OHO: arte, natureza e telepatia.

O OHO Group, foi um influente grupo de artistas intelectuais vanguardistas esloveno formado no final da década de 1960, consistindo de Milenko Matanović, David Nez, Marko Pogačnik e Andraž Šalamun como membros centrais permanentes.

A necessidade de contextualizar OHO começa com o nome do grupo – um neologismo derivado das palavras eslovenas para “olho” (oko) e “orelha” (uso). Que estavam preocupados com um trabalho com uma unidade harmônica dentro do grupo, com a natureza e o universo, o que os leva a praticar a telepatia.

O desenvolvimento do grupo pode ser dividido em três fases diferentes. O primeiro foi centrado em torno da noção de reismo (da palavra latina “res”, ou seja, “coisa”).

Queriam desenvolver uma relação completamente diferente com o mundo: em vez de uma posição humanista, o que implica um mundo de objetos, pessoas e coisas, o grupo OHO dizia que o relacionamento correto com o mundo não é ação, mas sim a observação.

Desenhos, fotografias, filmes, vídeos (os primeiros trabalhos em vídeo na Eslovénia foram produzidos neste contexto por Nuša e Srečo Dragan), música, textos, mas também um modo de vestir, viver e comportamento, para redirecionar a consciência das pessoas para a observação d0 Reistic.

Criticaram a divisão entre arte e vida, e assim como a idéia da personalidade criativa.

Na segunda fase, o grupo estabeleceu um diálogo com a vanguarda artística contemporânea. Usaram os princípios da Arte Povera, Arte do Processo, Arte da Terra, Arte Corporal e Arte Conceitual. Entre as obras Earthworks e OHO Land Art: estas eram de pequena escala, efêmeras, feitas com ferramentas simples em uma paisagem cultivada, e frequentemente muito mínimas, suaves e poéticas.

O trabalho do grupo, representou uma combinação entre uma abordagem conceitual, esotérica e ecológica. E aconteceu em uma unidade harmônica entre os artistas do grupo, mas também da natureza e até mesmo do universo como um todo.

Na busca por tal harmonia, usaram diferentes meios, tradições esotéricas, movimentos de contracultura, preocupações ecológicas, incluindo a telepatia.

O grupo estava apenas começando uma carreira internacional quando todos decidiram abandonar tudo e se estabeleceram em uma fazenda abandonada, fundando uma comunidade.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *