"Gen Witch" e o renascimento da nova, antiga espiritualidade.

“Gen Witch” e o renascimento da nova, antiga espiritualidade.

 

 

Vivemos em tempos inquietantes. Ansiedade e depressão são generalizadas. A tecnologia consome nossa atenção, deixando pouco tempo livre para iniciar projetos pessoais, viver com mais tranquilidade e espiritualidade.

O meio ambiente sofre, a desigualdade continua, a política fica cada vez mais tensa, as questões financeiras abalam a maioria da população, o medo de qualquer coisa gruda igual cola na mente de todos e a lista de preocupações continua.
Esses problemas modernos talvez sejam parte da razão pela qual as práticas espirituais ancestrais estão crescendo em popularidade. O xamanismo, a bruxaria e o ocultismo estão passando por um renascimento, especialmente entre os “Millennials”, apelidados de “Gen Witch” pela revista de moda i-D.

Em tempos de extrema incerteza e instabilidade, as pessoas muitas vezes recorrem à espiritualidade e à religião. Na Idade Média, chamada de Idade das Trevas, a sempre presente ameaça de doença, a curta expectativa de vida e a falta de compreensão científica sobre o mundo levaram a população à um surto de fervor religioso.

Agora, com sua expectativa de vida se estendendo para um futuro desconhecido de avanço tecnológico, o sentimento que surge é que vai sobrar tempo já que tudo estará sendo cuidado por alguma forma de tecnologia. Nasce então um sentimento de busca e consolo no mágico, no imaterial e no sobrenatural.

A cidade de Salem, em Massachusetts, tornou-se um lugar de peregrinação para as novas bruxas do século 21. 325 anos após vários julgamentos de bruxas que deixaram a região conhecida.

Lojas como Hauswitch destacam como o movimento evoluiu, vendendo artigos para a casa, servindo como uma comunidade e centro de eventos para novas bruxas. O que está bem longe da imagem tradicional de vassouras, verrugas e chapéu pontudo.

Parece que a confiança na ciência e na tecnologia ajudou a este aumento da ressignificação na espiritualidade antiga. “O mundo precisa de bruxa agora”, disse a proprietária da Hauswitch, Erica Feldmann, em uma recente entrevista. “Precisamos de uma mulher forte e poderosa que não se curve às normas sociais. Houve um desequilíbrio da energia masculina por muito tempo.”

A comunidade também está crescendo on-line, dando origem a novas tendências visuais e estilos de vida. As plataformas Refinery29 e Vice Broadly destacam a astrologia em seus canais, o que seria um assunto amplamente considerado improvável de atrair muito interesse da nova geração, mas está aumentando a cada dia.

A crescente popularidade das lojas esotéricas é mais uma evidência do crescente desejo de renascimento espiritual, fora os inúmeros rituais e retiros espalhados pelo o mundo todo com práticas misturadas e conceitos de várias filosofias interligados.

Na busca e no desejo da humanidade de pertencer, realizar e se identificar, essas novas práticas espirituais conseguem trazer um frescor para o conceito espiritual, oferecendo às pessoas que não se conectam com a religião alguma forma de beneficio e auto conhecimento mais rápido que muitos anos de terapia.

Mas qualquer que seja a razão da busca, mais e mais pessoas estão buscando conforto no cosmos, no invisível e nas estrelas para se conectar com o Deus (a energia) que existe dentro de cada um. E essa é a nova espiritualidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *