Arte em fotografia: As crônicas visuais de Martin Parr

Martin Parr é um cronista visual. Sua fotografia nos oferece a oportunidade de ver o mundo a partir de uma única perspectiva. À primeira vista, suas fotografias parecem exageradas ou até mesmo grotescas. Os motivos que ele escolhe são estranhos, as cores são berrantes e os ângulos são incomuns, trazendo uma linguagem original, divertida, acessível e compreensível. Mas, ao mesmo tempo nos mostra de uma maneira penetrante como vivemos, como nos apresentamos aos outros e o que nós valorizamos. Lazer, consumo e comunicação são os conceitos que este fotógrafo britânico vem pesquisando há várias décadas em suas viagens em todo o mundo. No processo, ele examina asLeia Mais

O afrofuturismo de Osborne Macharia

Osborne Macharia nasceu em Mombasa, uma cidade costeira do Quênia, mas cresceu na capital do país, Nairóbi. Aluno do curso de arquitetura na Universidade Jomo Kenyatta, o artista explica o que o levou a desistir da vontade de ser arquiteto. “Eu estudei arquitetura por oito anos da minha vida, porém, no meio da minha formação eu percebi que não seria um arquiteto. Foi quando eu descobri a fotografia no meu quarto ano de faculdade e soube que essa era minha vocação,” explica. Quando o artista e fotógrafo autodidata começou a tirar fotos, estava tão quebrado de grana que nunca poderia imaginar que seis anos depois, ele seria umLeia Mais

Christto Sanz and Andrew Weir O duo porto-riquenho e Sul-Africano atualmente reside e trabalha em Doha, Qatar. Os símbolos dentro das fotografias de Christto & Andrew revelam os efeitos da história, política, economia e cultura popular que constroem a sociedade contemporânea, especificamente encontrados na região do Golfo. Usando Qatar como um exemplo, cores exageradas, encenando composições fora do comum e humor estranho são a marca do trabalho deles. Objetos são transformados, pessoas comuns são feitas de modelo, subvertendo muitas noções de valor, mercantilização e ocupação. O resultado? Cada objeto e caráter dentro de suas imagens tornam-se reflexões simbólicas dessas sociedades. http://www.christtoandandrew.comLeia Mais

Criada pelas fotógrafas Barbara Metz e Eva Racine, a marca Metz + Racine iniciou seus trabalhos em 2000, desde então ficaram conhecidas como “fazedoras de imagem”. Com uma linguagem pioneira e inovadora, de estilo leve e descontraído, Metz + Racine revela um lifestyle de muita personalidade e alegre não convencional onde secretos objetos inanimados ganham uma outra vida e até um visual escultural. A dupla é uma fábrica de imagens, criam imagens poéticas, visionárias e simplesmente lindas para uma ampla gama de clientes de luxo, moda, comercial e editorial. Entre eles:  Chanel, Dior, Farfetch, Hermès, Krug, Lacoste, Louis Vuitton, Nars, Paco Rabanne, Selfridges, Swarovski. http://metzracine.comLeia Mais

Mária Svarbová nasceu em 1988 na Eslováquia. Apesar de estudar restauração e arqueologia, ela encontrou um meio para sua expressão artística na fotografia. Desde 2010, ela tem se concentrado no desenvolvimento de sua própria linguagem fotográfica, ganhando rapidamente reconhecimento internacional. Entre os prêmios, exposições individuais e coletivas, seu trabalho tem sido destaque em diversas publicações. Mária desenvolveu um estilo único desde o início de seu trabalho – partindo de retratos tradicionais para se concentrar na experimentação com espaço, cor e atmosfera. Seu interesse pela arquitetura e pelos espaços públicos, levou Maria a criar cenários únicos. O corpo humano é usado mais ou menos como umLeia Mais

Em tempos de crise e duros, nosso inconsciente elege linguagens de sobrevivência. O potencial criativo expande e entramos em um movimento de reconfiguração imediato. Ou isso ou morremos. O simbolismo da cor rosa carrega significados de romantismo, amor, ternura, ingenuidade e está culturalmente associada ao universo feminino, curiosamente o que exatamente estamos buscando. Movimentos de resgate do feminino, novas tribos de mulheres guerreiras se formam. Beleza, suavidade, pureza, delicadezas manifestadas pela cor rosa. No seu gradiente de cor, o rosa tem conotações ligadas desde o amor ao romantismo com cores leves e pastéis aos tons de rosa escuro que estão associados à sensualidade e àLeia Mais

Lembrando pinturas de natureza morta, alguns fotógrafos atuais junto com set designers estão usando um estilo mais dramático para retratar a comida em preparo ou já pronta. A linguagem é nada apelativa mas continua mexendo com os sentidos. Alguns deles: Fiocca Studio, Katie Quinn Davies, Regan Baroni, Aiala Hernando, Nadine Greeff. Selecionamos algumas imagens que contam esse tema. FOOD NOIRLeia Mais