Mentoria e coaching

É muito comum ouvir pessoas perguntando se o trabalho de Mentoria é parecido ou o mesmo que o de Coaching. Mas eles não são. Para esclarecer melhor, selecionamos alguns pontos que achamos importantes e que diferenciam os dois trabalhos. Coaching x Mentoria # 1 O foco do Coaching está em questões concretas. Como gerenciar de forma mais eficaz, falar de forma mais articulada e aprender a pensar estrategicamente. Isso requer um especialista que seja capaz de ensinar o coachee a desenvolver essas habilidades. A Mentoria é orientada mais para uma construção mais integral. Busca fornecer um ambiente seguro onde o mentoree compartilha quaisquer questões queLeia Mais

espiritualidade nos negocios

A grande busca do ser humano sempre foi por obter uma explicação para a sua origem e uma visão de mundo que orientasse sua ações, sua espiritualidade. Um grande salto foi dado, no Ocidente, a época chamada iluminista, quando se aplicou a visão que aflorava do domínio da tecnologia, a chamada Revolução Industrial. O mundo foi estabelecido como uma grande máquina. Uma máquina que se pode descrever, quantificar, calcular, se possível controlar. É daí que emerge o chamado pensamento mecanicista cartesiano, codificado sobretudo por Newton e Descartes. Deixando de lado o que entenderemos como valores humanos e espiritualidade. Cada vez mais estamos nos dando contaLeia Mais

a ciência da criatividade

Existe uma ciência da criatividade que pode te ajudar a captar a sua próxima grande idéia. Mas é preciso seguir algumas dicas de pesquisadores e cientistas que estão estudando a criatividade há muitos anos. “O estresse é sem dúvida, o maior assassino da criatividade”, diz o psicólogo Robert Epstein, PhD. Apesar da crença generalizada de que algumas pessoas simplesmente não estão dotadas do gene da criatividade, “não há realmente nenhuma evidência de que uma pessoa é mais criativa do que outra”, diz Epstein. “A criatividade é algo que qualquer pessoa pode cultivar”, diz ele. Criatividade rotineira Epstein, um psicólogo da Universidade da Califórnia, em SanLeia Mais

Processo Criativo para que?

O Processo Criativo (YAKUZA), curso da Perestroika começa esta semana dia 19 de maio em São Paulo. Fui convidada para desenvolver 3 aulas das 13 que serão dadas no total, e conta com um time de profissionais super bacanudos. Meu estudo sobre o Processo Criativo começou há 6 anos e por basicamente uma necessidade de entender onde eu estava e para onde estava indo. Então resolvi organizar tudo o que eu tinha construído até aquele ponto, trabalhando há 15 anos exclusivamente para o mercado de moda. Naquela época, passei por um período bem especial de reconstrução de vida em todos os aspectos. Foi nesse período que percebi que todos osLeia Mais

Por que precisamos de mentores?

É emocionante criar algo por conta própria, uma empresa, uma ideia, um projeto, uma arte ou até mesmo materializar o sonho que está na gaveta há anos. No entanto, a realidade é que, enquanto você tem uma ótima idéia é difícil saber exatamente o que deve fazer com ela e como desenvolvê-la de uma forma que seja economicamente sustentável, com paixão e propósito. A RED studios é a soma de várias ideias de projetos e sonhos de 20 anos de profissão e diversos mentores ajudaram a construir esta jornada. O processo foi e é como de um mapa do tesouro. A cada etapa um aprendizado e umLeia Mais

Como a empatia alimenta o processo criativo

Quando ouvimos a palavra “conexão” muitas vezes visualizamos uma linha a ser traçada entre dois círculos separados. Nesta palestra, Seung Chan Lim (Slim) compartilha histórias e teorias que surgiram a partir de sua recente pesquisa sobre como a empatia alimenta o processo criativo. Ao fazer isso, a conversa tem a intenção de desafiar o modelo de conexão desta ligação e trazendo um modelo alternativo, onde a conexão acontece quando não traçamos uma linha entre dois círculos, mas quando removemos a linha artificial que separa os círculos. Seung Chan Lim é um premiado designer, engenheiro e pesquisador. Autor do livro “Percebendo Empatia: uma investigação sobre o significadoLeia Mais

“A arte é uma grande porta, mas a vida real é um monte de pequenas portas que você deve passar para criar algo novo.” – Jean Giraud (8 de maio de 1938 – 10 de março de 2012) foi um artista francês de história em quadrinhos que também colaborou na produção de diversos filmes. Giraud também é conhecido pelos pseudônimos de Moebius e Gir. Ele começou a publicar suas primeiras tiras aos 18 anos e logo se tornou um dos ilustradores mais consagrados da Europa. Ser criativo é estar aberto à ideia de que suas ideias – seu modo de entender o mundo – são limitadas pelo que você experimentou. Uma maneira simples de olhar para isso é: se vocêLeia Mais

liderança Criativa

Finalmente chegamos em uma época em que negócios viraram obras de arte. Ser criativo não é usar roupas descoladas e fazer escultura. A criatividade foi elitizada na Europa há séculos atrás e tratada como algo inatingível, associada a pessoas especiais e considerado um dom divino. Hoje já está mais do que comprovado que a criatividade mora no coração de todo ser humano e pode ser exercitada. A criatividade não pode mais ser vista como algo elitizado, e de acesso a poucos, pois ela está conectada a nossa existência neste mundo. Pensou, imaginou, visualizou, criou.  Hoje estamos vivenciando a quebra de muitos paradigmas e principalmente umaLeia Mais