material lust

Artistas que parecem designers, é assim que a dupla de Nova Iorque Christian Swafford e Lauren Larson, da Material Lust se intitulam. A Material Lust nasceu de um processo criativo totalmente independente e o coração do seu trabalho está em fugir das tendências de mercado. Respeitam uma filosofia solitária, totalmente independente da tendência, trajetória ou sistema corporativo. O processo de inspiração dos designers se baseia em uma centena de influências misturadas, somada ao método ancestral dos mestres artesãos de regiões como Nova Iorque, Florença e Itália. Com um constante desejo de derrubar o comercial e o convencional, Swafford e Larson trazem uma linguagem que beira o sinistro,Leia Mais

A arte e o artesanato do design coreano.

Kwangho Lee nasceu em 1981 e cresceu em uma pequena cidade próxima a Seul, Coréia, onde vive e trabalha atualmente. Se especializou em arte e design de metais e começou sua carreira como designer há 10 anos atrás. Fazer as coisas à mão sempre foi uma grande paixão para Lee somado a uma maneira diferente de observar os objetos do cotidiano dando um novo significado e função para coisas comuns. Lee desenvolve trabalhos principalmente em mármore, cobre, esmalte e aço. Foi nomeado para Seleção de Designer do futuro na Design Miami Basel em 2009 e foi selecionado como artista do ano de 2011 pelo Ministério da CulturaLeia Mais

O design gráfico multidimensional de Camille Walala

Camille Walala é designer gráfica e desde 2009 seu trabalho vem deixando uma impressão digital para lá de forte em todo projeto que passa. Graduada em Design Têxtil pela Universidade de Brighton, na Inglaterra, seu trabalho gráfico está impresso em moda, acessórios, design de interiores, instalações, pôsters, murais pelas ruas, objetos variados, flyers, set design, onde o seu amor pela cor e geometria se encontram com o design e são trazidos à vida. Influências incluem o Movimento Memphis, a tribo africana Ndebele e o mestre da Optical Art Victor Vasarely ao lado do simples desejo de colocar um sorriso no rosto das pessoas. Seu estiloLeia Mais

A arte gráfica do design independente

O Studio Feixen é um estúdio de design independente com sede em Lucerna, na Suíça. Segundo o designer Felix Pfäffli, na Feixen não se cria design, se cria conceitos visuais, por isso tudo é referência para eles. Mergulham em design de interiores, design de moda, tipografia ou animação – contanto que a linguagem os desafie. É isso o que interessa para o estúdio. Trabalham internacionalmente com clientes como Nike, Google, Reebok, The New York Times, além de instituições como Wanderlust ou o Festival Nuits Sonores em França, Lucerne University of Applied Sciences and Arts, Südpol e Luzerner Theatre. O designer Felix Pfäffli abriu as portas doLeia Mais

ciência e arte

Para entender melhor como funciona as relações entre ciência e arte é preciso examinar as duas separadamente em relação a atividade humana. O ponto de partida é entender que o homem tem necessidade de assimilar toda a sua experiência, tanto no ambiente externo, quanto no seu ambiente psicologicamente interno. As experiências não digeridas podem atuar na mente como um vírus, produzindo um estado de desarmonia e conflito que tende a destruir a mente. Não importa se a discussão é sobre alimentação, ambiente social, ideias ou sentimentos, a assimilação é sempre aquilo que acontece de forma harmônica. E isso não é de hoje, desde os temposLeia Mais

processo criativo

Qualquer que seja a magia do dedo laranja, entra para o ponto de cruz negro e de pele vermelha. Se você pensa que come vento de leite, você certamente brilha na calça da joaninha de isopor. Algum dia você já pensou que peito fosse o nariz do útero? Se você falar mais vai ventilar os morangos silvestres do Congo. A vida da formiga tem 1000 raios e é mais liquida do que feijão com geleia cozida em banho cru. Se a loira da quina te contar um grito, vai dizer que seu pé está nas costas do burro das 13 espadas, e vai voar comoLeia Mais

Fascinado pelos mercados de pulgas, o artista sueco contemporâneo Michael Johansson cria instalações e esculturas do cotidiano com todos aqueles objetos que simplesmente fazem ou já fizeram parte do dia a dia de todo mundo e que muitos de nós consideram inúteis ou descartáveis. Seu trabalho mostra claramente como é possível criar com o que já existe. Na verdade seu processo criativo surge do ato mais simples de caminhar por ai e iniciar um processo de garimpo de objetos. Essa por si já é uma experiência artística antropológica que expande todas as percepções de quem usa esta prática. O flanar por ai, nos proporciona a aberturaLeia Mais

Arte em fotografia: As crônicas visuais de Martin Parr

Martin Parr é um cronista visual. Sua fotografia nos oferece a oportunidade de ver o mundo a partir de uma única perspectiva. À primeira vista, suas fotografias parecem exageradas ou até mesmo grotescas. Os motivos que ele escolhe são estranhos, as cores são berrantes e os ângulos são incomuns, trazendo uma linguagem original, divertida, acessível e compreensível. Mas, ao mesmo tempo nos mostra de uma maneira penetrante como vivemos, como nos apresentamos aos outros e o que nós valorizamos. Lazer, consumo e comunicação são os conceitos que este fotógrafo britânico vem pesquisando há várias décadas em suas viagens em todo o mundo. No processo, ele examina asLeia Mais