cantar com outras pessoas harmoniza as batidas do coração

Cantar com outras pessoas harmoniza as batidas do coração.

A neurociência do canto mostra que quando cantamos nossos neurotransmissores se conectam das mais diversas maneiras. Cantar dispara o lobo temporal direito de nosso cérebro, liberando endorfinas que nos tornam mais inteligentes, mais saudáveis, mais felizes e mais criativos. Que incrível, não?

Mas quando cantamos com outras pessoas, esse efeito é amplificado.
A ciência está mergulhada no estudo do Canto e em mais recente pesquisa sugere que é em grupo que acontece o mais estimulante e transformador de todos os processos. A pesquisa sugere que a criação de música em conjunto evoluiu como uma ferramenta de vida social.

Em tempos antigos, grupos e tribos cantavam e dançavam juntos para construir lealdade, transmitir informações vitais e afastar inimigos. Cantar em grupo tem sido uma parte das tradições tribais há milhares de anos.

Em seu livro Imperfect Harmony: Encontre a felicidade cantando com os outros, Stacy Horn diz: “Cantar é uma infusão do calmante perfeito – o tipo que tanto acalma seus nervos e eleva seu espírito.”

Cantar faz você feliz.

Por uma década, a ciência tem trabalhado duro tentando explicar por que o canto tem um efeito calmante, mas energizante sobre as pessoas. Numerosos estudos demonstram que o canto libera endorfinas e oxitocina – que por sua vez alivia a ansiedade e o estresse e que estão ligados a sentimentos de confiança e de conexão.

Cantar ajuda as pessoas com depressão e reduz os sentimentos de solidão, deixando as pessoas mais relaxadas, felizes e conectadas. Além do mais, os benefícios de cantar regularmente são cumulativos. As pessoas que cantam têm níveis reduzidos de cortisol, indicando menor estresse.

Cantora do Reino Unido, professora de canto e líder do coral Sophia Efthimiou, descreve o canto como um processo consciente de controle de respiração e laringe para se criar ritmo e poesia para as músicas.

Em um ambiente de grupo, cada membro sente as vibrações musicais movendo-se através de seu corpo simultaneamente. Nossos batimentos cardíacos se tornam sincronizados. Explica Sophia: “Nós literalmente formamos uma batida de coração única.”

Qualquer um pode cantar.

Uma das grandes coisas sobre cantar é que você pode receber os benefícios de bem-estar, mesmo se você não for bom. O estudo mostrou que:

O canto em grupo pode produzir sensações satisfatórias e terapêuticas mesmo quando o som produzido pelo instrumento vocal é de qualidade ruim.

Uma das grandes coisas sobre cantar é que conecta você com o lado direito do seu cérebro. Este é o lado responsável pela intuição, imaginação e todas as funções criativas. Conecta-nos a um mundo de possibilidades.

A cantora de ópera norte-americana Katie Kat incentiva todas as pessoas a cantar mais freqüentemente, independentemente da habilidade. Segundo ela: “Cantar aumenta a auto-consciência, auto-confiança e a capacidade de se comunicar com os outros. Diminui o estresse, nos conforta, nos ajuda a construir nossa identidade e influenciar nosso mundo.
Quando você canta, a vibração musical se move através de você, alterando seu estado físico e emocional. É inata, antiga e está dentro de todos nós. É realmente uma das coisas terapêuticas mais edificantes que podemos fazer. ”

Na vida moderna, somos constantemente bombardeados com tanta informação que somente processamos e analisamos. Nós tendemos a ficar presos no lado esquerdo, processando o que acontece no nosso cérebro. Por isso, torna-se fundamental nutrir os atributos dos seres humanos que nos distinguem das máquinas.

A melhor maneira de fazer isso é cantar. E você, já pensou na sua playlist de hoje?

Comments are closed, but trackbacks and pingbacks are open.