Inspiração no cotidiano da dupla italiana Atelier Biagetti

Alberto Biagetti e Laura Baldassari fazem parte do Atelier Biagetti. A inspiração no cotidiano da dupla italiana vem do mundo ao seu redor, do comportamento humano e da memória coletiva. A grande marca do trabalho do Atelier é a descontextualização de elementos visuais, criando um curto-circuito entre os sentidos do corpo, os preconceitos da mente e a realidade física do ambiente circundante. Cada projeto que a dupla cria conta uma história, comparável a um curta metragem. Mas ao invés de vermos uma imagem em movimento a narrativa se desenvolve entre a mise en scène do trabalho criado e da personalidade do espectador, contando assim uma história diferente e intensamenteLeia Mais

Biomimicry Thinking

Batemos um papo com a Alessandra Araujo, especialista em Biomimicry Thinking, Biomimética desde 2012  e Bióloga com ampla experiência em sustentabilidade e urbanismo. Alessandra gerencia projetos de Arquitetura e Urbanismo GCP – Brasil há 14 anos. “…tudo se inicia de um desafio, de uma necessidade de resolver um tema, de buscar algo melhor do que já foi pensado e para isso a criatividade é a chave do processo….” Alessandra já realizou várias consultorias que conectam o design a natureza, como o projeto Votu Hotel que foi inteiramente conceituado e desenvolvido com o Biomimicry Thinking. “Biomimética é a ponte de conecta ciência ao design/criação/inovação..” Ela desenvolve diagnósticos sociaisLeia Mais

a ciência da criatividade

Existe uma ciência da criatividade que pode te ajudar a captar a sua próxima grande idéia. Mas é preciso seguir algumas dicas de pesquisadores e cientistas que estão estudando a criatividade há muitos anos. “O estresse é sem dúvida, o maior assassino da criatividade”, diz o psicólogo Robert Epstein, PhD. Apesar da crença generalizada de que algumas pessoas simplesmente não estão dotadas do gene da criatividade, “não há realmente nenhuma evidência de que uma pessoa é mais criativa do que outra”, diz Epstein. “A criatividade é algo que qualquer pessoa pode cultivar”, diz ele. Criatividade rotineira Epstein, um psicólogo da Universidade da Califórnia, em SanLeia Mais

Processo Criativo para que?

O Processo Criativo (YAKUZA), curso da Perestroika começa esta semana dia 19 de maio em São Paulo. Fui convidada para desenvolver 3 aulas das 13 que serão dadas no total, e conta com um time de profissionais super bacanudos. Meu estudo sobre o Processo Criativo começou há 6 anos e por basicamente uma necessidade de entender onde eu estava e para onde estava indo. Então resolvi organizar tudo o que eu tinha construído até aquele ponto, trabalhando há 15 anos exclusivamente para o mercado de moda. Naquela época, passei por um período bem especial de reconstrução de vida em todos os aspectos. Foi nesse período que percebi que todos osLeia Mais

Por que precisamos de mentores?

É emocionante criar algo por conta própria, uma empresa, uma ideia, um projeto, uma arte ou até mesmo materializar o sonho que está na gaveta há anos. No entanto, a realidade é que, enquanto você tem uma ótima idéia é difícil saber exatamente o que deve fazer com ela e como desenvolvê-la de uma forma que seja economicamente sustentável, com paixão e propósito. A RED studios é a soma de várias ideias de projetos e sonhos de 20 anos de profissão e diversos mentores ajudaram a construir esta jornada. O processo foi e é como de um mapa do tesouro. A cada etapa um aprendizado e umLeia Mais

Como a empatia alimenta o processo criativo

Quando ouvimos a palavra “conexão” muitas vezes visualizamos uma linha a ser traçada entre dois círculos separados. Nesta palestra, Seung Chan Lim (Slim) compartilha histórias e teorias que surgiram a partir de sua recente pesquisa sobre como a empatia alimenta o processo criativo. Ao fazer isso, a conversa tem a intenção de desafiar o modelo de conexão desta ligação e trazendo um modelo alternativo, onde a conexão acontece quando não traçamos uma linha entre dois círculos, mas quando removemos a linha artificial que separa os círculos. Seung Chan Lim é um premiado designer, engenheiro e pesquisador. Autor do livro “Percebendo Empatia: uma investigação sobre o significadoLeia Mais

O Studio E.O está baseado em Estocolmo e foi criado pelo designer sueco Erik Olovsson. Desenvolve diversos tipos de produto, mobiliário e design gráfico. Erik estudou Belas Artes e fotografia em Estocolmo e Design Gráfico na Suécia. Trabalhou como diretor de arte na Acne Studios por 3 anos.   O processo de criação do estúdio foca em um sistema intuitivo, experimental e se esforça para ficar fora da zona de conforto, incentivando que o processo de trabalho seja através de várias áreas e técnicas. Selecionamos nossas peças prediletas. http://studioeo.se  Leia Mais

inspiração um project

UM project é liderado pelo francês François Chambard. O artista/designer desenha um mobiliário escultural integrando conceito ao design em uma engenharia criativa. Ao invés de utilizar processos complexos, os projetos de François contam com a combinação harmônica de conexões simples, materiais honestos e cores distintas em incomum. O resultado é um trabalho que é essencialmente funcional, estético, surpreendente, às vezes brincalhão e sempre contemplativo. http://www.umproject.comLeia Mais